Navio opera com calado de 14,45 metros, recorde em Santos

0
5824
IMPRIMIR
Com 300 metros de comprimento e 48 metros de largura, o MSC Ajaccio operou no BTP e encontrou condições favoráveis para deixar o porto às 16 horas de quarta-feira, dia 1º. Graças à tecnologia da Praticagem.

O MSC Ajaccio, de bandeira de Malta, foi o navio de maior calado a operar no porto de Santos, com 14,45 metros. Essa manobra, realizada com toda segurança, foi possibilitada pelo Redraft (sistema de mede o calado dinâmico) e pelos dados obtidos em tempo real pelo Centro de Coordenação, Comunicação e Operações de Tráfego (C3OT) da Praticagem de São Paulo.

A Praticagem de Santos São Paulo foi pioneira no país, tendo contratado a empresa ARGONÁUTICA em 2016  para desenvolver esse sistema, visando possibilitar a movimentação de navios cada vez maiores no Porto de Santos. É um dos sistemas mais modernos do mundo e recebeu no ano passado o prêmio na categoria Iniciativas Inovadoras concedido pela Antaq.

A manobra foi planejada pelo sistema Redraft – Calado Real, desenvolvido em parceria entre a empresa Argonáutica e a Praticagem de São Paulo em 2016. O Redraft é um sistema pioneiro no Brasil. O operador do C3OT tem à sua disposição no sistema da pauta de serviços as informações necessárias à manobra de qualquer navio confirmado.

Para aqueles navios de maiores calados, o operador pode acessar o software que, a partir de informações sobre as dimensões e características do navio (calado, comprimento, boca etc.) e informações dos dados climáticos, meteorológicos e oceanográficos, aponta qual será a folga mínima entre o fundo do navio e o fundo do mar e em que ponto da trajetória do navio pelo canal essa folga ocorrerá.

 

LEIA TAMBÉM:

Praticagem investe em tecnologia, treinamento e segurança

Meganavios expõem desafio logístico aos portos brasileiros

Os riscos de acidentes