Dragagem de canal do Porto do Rio Grande deve começar neste semestre

0
12663
IMPRIMIR
Serão removidos aproximadamente 18 milhões de metros cúbicos de sedimentos, mantendo a profundidade do canal interno em 16 metros e do canal externo em 18 metros / Arquivo
Serão removidos aproximadamente 18 milhões de metros cúbicos de sedimentos, mantendo a profundidade do canal interno em 16 metros e do canal externo em 18 metros / Arquivo

A Secretaria de Portos já obteve sinalização positiva do Ministério do Planejamento para a liberação dos recursos necessários à dragagem do canal de acesso ao porto do Rio Grande ainda em 2016. A informação foi repassada pelo diretor-superintendente do complexo portuário, Janir Branco, que participou de reuniões na Secretaria de Portos, do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. “Os técnicos da secretaria apresentaram as necessidades do porto e o que a dragagem representará para a balança comercial brasileira ao Ministério do Planejamento; e a tendência é que a obra tenha a ordem de início de serviço publicada durante a primavera”, afirma o diretor-superintendente.

O contrato de dragagem para readequação da geometria do canal de acesso foi assinado em julho do ano passado. O consórcio que irá realizar o trabalho é formado pelas empresas Jan de Nul do Brasil e Dragabrás. A licitação foi feita pelo regime de RDC – Contratação Integrada. O consórcio ofereceu cerca de R$ 368,6 milhões.

Serão removidos aproximadamente 18 milhões de metros cúbicos de sedimentos, mantendo a profundidade do canal interno em 16 metros e do canal externo em 18 metros. Com a manutenção, será possível realizar os procedimentos necessários à homologação do novo calado do superporto, permitindo embarcações operarem com maior quantidade de cargas.

Fonte: Jornal do Comercio