“Existem duas coisas no mundo que nunca vão terminar: o transporte e a comida”, diz Raul Randon

0
473
IMPRIMIR
Com o comando do grupo na mão dos filhos, Raul Randon se dedica a plantar maçãs, produzir leite, vinhos e faz planos para lançar espumantes e azeite de oliva Foto: Omar Freitas / Agencia RBS
Caio Cigana

Trazer para o Rio Grande do Sul dois Boeings recheados de novilhas foi apenas uma das aventuras do empreendedor Raul Anselmo Randon, que parece encontrar no trabalho seu elixir da juventude. Aos 84 anos, o empresário que construiu e personifica um dos maiores impérios industriais do Estado continua em forma, exercitando seu talento nato para os negócios. Poderia estar desfrutando de um merecido descanso. Afinal, começou a labuta na bigorna aos 14 anos na ferraria do pai. Mas o espírito empreendedor aciona uma espécie de radar sempre que surge alguma oportunidade.

Como passou para os filhos o bastão de comando, o fundador do conglomerado de 11 empresas com sede em Caxias do Sul que produz de carretas a autopeças e tem faturamento de ao menos R$ 6,3 bilhões previsto para este ano, seu Raul voltou às origens e foi atrás de novas empreitadas na lida da terra. Em Vacaria, onde desde o fim da década de 1970 planta maçãs, põe em prática as ideias que fervilham em sua cabeça, como produção de leite, queijo tipo grana padana e vinhos premiados. Para este ano, programou o lançamento de espumantes e de um azeite de oliva que, em breve, também virá das oliveiras plantadas nos Campos de Cima da Serra.

– O pior para uma pessoa acostumada a trabalhar é parar – avisa Raul.

Ao lado do irmão Hercílio, ele abriu em 1949 uma pequena oficina para reforma de motores industriais que se tornaria um dos maiores grupos industriais gaúchos.Nesta entrevista, concedida em uma das unidades no grupo em Caxias do Sul, com o barulho do entra e sai de caminhões da fábrica filtrando-se pela janela, conta episódios pitorescos e fala sobre o Brasil.

O senhor se sente com a missão cumprida ou a veia empreendedora faz querer realizar mais?


Eu nunca parei na vida. Hoje não estou quase na indústria porque meus filhos comandam. Lógico, a gente chega a uma idade que tem de passar para os filhos, é direito deles. Faz cinco anos que o David está de presidente. Se eu fui bem até aqui, então por que meus filhos vão mudar? Podem mudar para melhor. Sempre recomendei aos filhos um trabalho conjunto, com bons diretores, para que a decisão não seja de um, seja da diretoria. Estou aqui como presidente do conselho (de administração), mas venho todos os dias na empresa, tenho sala, secretária. Qualquer pergunta, o pessoal vem e a gente conversa muito, mas também não me meto demais. Porque, se tivesse que controlar tudo, ficava eu com a presidência.

No que o senhor está envolvido hoje? É nos projetos de Vacaria?


Os projetos daqui são eles que fazem, a diretoria e os filhos, mas eu não estou por fora. Eu trabalho na parte agrícola, com maçã e queijo. A minha parte lá de cima (em Vacaria) é o grão, o leite, a maçã. Na agricultura sempre tem muita coisa para se fazer. Não termina nunca.


Emilio Pedroso, BD, 11/6/2010

Em Vacaria, planta maçãs, produz vinhos premiados e ainda planeja desenvolver oliveiras para produzir azeite

O que o senhor quer fazer mais?


Eu queria fazer uma cantina de vinho. Plantei 80 hectares de parreiras, iria a 200 hectares. Mas depois a Miolo fez o vinho. Falei para o Adriano (Miolo, superintendente da vinícola Miolo): “Vamos fazer um vinho para as minhas bodas de ouro (em 2006)”. Coloquei a minha marca, RAR (iniciais de Raul Anselmo Randon), e depois nos associamos. Pensei em investir em leite porque tem bons financiamentos de longo prazo. Como não tem quantidade suficiente, a gente compra de terceiros, mas tem de ser leite bom. Aí fiz três free stalls (galpão para confinar gado) para 400 vacas cada um mais uma ordenha rotativa para 2 mil vacas por dia. Eu vendo o leite para a Rasip (empresa de Randon). Temos cem hectares de macieiras. Este ano o granizo me tirou 12 mil toneladas de maçã em cinco minutos. Mas faz parte.

A ENTREVISTA COMPLETA LEIA NO CLICRBS