Setembro registra maior movimentação da história do Porto do Rio Grande

0
46
IMPRIMIR
No acumulado do ano, o porto soma de janeiro a setembro 32.100.507 toneladas, um aumento de 3,4% quando comparado ao mesmo período de 2017.

O mês de setembro de 2018 obteve, segundo o setor de estatística da Superintendência do Porto do Rio Grande, a maior movimentação da história do complexo portuário. Pela primeira vez, um único mês alcança mais de 4,3 milhões de toneladas. Com o recorde obtido nos 30 dias, o acumulado do ano chega a 32,1 milhões de toneladas movimentadas.

Quando analisado de forma isolada, setembro deste ano teve mais de 1,6 milhões de toneladas de grão de soja movimentado. “Os resultados mostram a plena capacidade do complexo portuário de Rio Grande de escoar a produção gaúcha para mais de 90 países e centenas de rotas comerciais que utilizamos”, afirma o diretor superintendente do Porto do Rio Grande, Janir Branco.

No acumulado do ano, o porto soma de janeiro a setembro 32.100.507 toneladas, um aumento de 3,4% quando comparado ao mesmo período de 2017. O complexo soja (óleo, farelo e grão) soma mais de 12,8 milhões de toneladas, crescendo 8,7% no período analisado. Até 30 de setembro, foram 2,4 mil viagens de embarcações, uma média de oito embarcações por dia.

“Os números registrados mostram agilidade e isso é um fator extremamente importante para a atração de novas cargas. O ano de 2018 foi difícil, com greve e paralisação de atividades, e mesmo assim, conseguimos manter uma alta média de atividade/dia”, acrescenta Branco. Por fim, a China segue sendo o principal destino das exportações com mais de 11,5 milhões de toneladas. Já a Argélia foi o país que mais enviou produtos ao Porto do Rio Grande, com 672 mil toneladas movimentadas.

Histórico

Setembro de 2018 teve a maior movimentação registrada no complexo portuário. Apenas em outros cinco meses foram registrados movimentos de mais de 4 milhões de toneladas. Agosto de 2018 e maio de 2017 alcançaram cada um 4,1 milhões de toneladas. Junho de 2016 marcou 4,2 milhões de toneladas. Em 2015, foi a primeira vez que a marca de quatro milhões foi ultrapassada nos meses de maio (4,2 milhões) e agosto (4 milhões).