Trabalhadores do Porto ganham projeto de saúde

0
1261
IMPRIMIR
Trabalhador-na-APMT
A expectativa é que mais de mil pessoas passem pelas avaliações, alcançando o número de atendimentos no ano passado

Na correria de todos os dias, muita gente acaba deixando de lado os cuidados com a saúde. E a situação fica mais complicada quando a rotina de trabalho inclui estar na estrada boa parte do tempo ou trabalhar em turnos na área portuária.

Para a reforçar a importância de se cuidar, o Serviço Social de Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest Senat) realiza uma ação voltada para caminhoneiros e trabalhadores portuários em Santos, oferecendo vários serviços até esta quarta-feira(18). Na região, o programa Saúde nos Portos, iniciado na terça-feira (17), acontece no Terminal Marítimo Giusfredo Santini, em Santos, e no Ecopátio, em Cubatão.

“A situação da saúde destes trabalhadores não é muito boa, justamente porque eles não têm a cultura de procurar um médico regularmente”, explica o diretor do Sest Senat de São Vicente, Sérgio Pereira. Ele aponta que as principais doenças não estão relacionadas diretamente com a função. Muitos deles apresentam alteração na pressão e na glicemia.

Os caminhões que circulam pelo local também passam por verificação veicular ambiental do projeto Despoluir – Programa Ambiental do Transporte. “Observamos a emissão de CO2. É uma inspeção de caráter informativo. Se encontramos algum problema no veículo, pedimos que o caminhoneiro procure uma pessoa especializada para solucionar isso”, diz o técnico ambiental João Paulo Duque de Souza, que realiza a vistoria. Na terça-feira (17), 30 caminhões passaram pela avaliação.