PR: prático evita encalhe com navio de quase 300 metros

0
136
IMPRIMIR

Responsável por conduzir os navios na entrada e saída dos portos, a praticagem evitou um encalhe com um grande contêinero na manhã da última quinta-feira (11/2). Foi durante a saída do navio Conti Paris do Porto de Paranaguá (PR). A embarcação, com 299,98 metros de comprimento e 40,3 metros de boca (largura), estava com 11,6 metros de calado e apresentou falha de máquinas, obrigando o prático Cirio a executar uma manobra de emergência.

Após a desatracação, o problema ocorreu na passagem entre as boias 19 e 20, quando o navio ainda estava a três milhas náuticas (quase cinco quilômetros) da primeira área possível para o fundeio de emergência. Imediatamente, o prático informou o centro de operações da praticagem e pediu que as âncoras ficassem prontas para largar caso a situação fugisse de controle. Além disso, solicitou o auxílio de rebocadores.

Durante 25 minutos, ele teve que navegar sem propulsão, evitando o encalhe fora do canal de navegação, onde as águas eram mais rasas. Para isso, controlou o rumo do navio com o restante da velocidade residual que diminuía rapidamente devido à corrente. Outro desafio foi uma chuva de verão se aproximou, reduzindo a visibilidade e trazendo rajadas de vento. Leia mais: https://www.praticagemdobrasil.org.br/pr-pratico-evita-encalhe-com-navio- de-quase-300-metros/