Em 12 anos, Europa apreende 190 toneladas de cocaína da América do Sul

0
135
IMPRIMIR
            Veleiro (ao fundo) interceptado com cocaína pela Marinha Imagem: Marinha do Brasil/Divulgação

Mais de 190 toneladas de cocaína provenientes da América do Sul, principalmente do Brasil, foram apreendidas em águas do Atlântico e do Mediterrâneo com a ajuda de policiais de sete países da Europa entre os anos de 2007 e 2019. Os dados são da agência internacional de inteligência MAOC-N (Centro de Análises e Operações Marítimas – Narcóticos), sediada em Lisboa. Para as autoridades europeias, o PCC (Primeiro Comando da Capital) é um dos principais fornecedores de cocaína para o Velho Continente. Até meados de 2020, a facção exportava ao menos uma tonelada da droga para mafiosos da Europa, na maioria das vezes via porto de Santos.