Portos movimentaram mais de 400 milhões de toneladas de minério em 2018

0
52
IMPRIMIR
A carga representa 36% do total movimentado por portos e terminais privados do país, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), nesta terça-feira (12)

Em segundo lugar na lista, aparecem os combustíveis, com 203 milhões de toneladas (18,2%). Na terceira posição ficaram os contêineres, com cerca de 113 milhões de toneladas (10,1%). A movimentação de soja, que representou 9,1%, foi outro destaque, com 102 milhões de toneladas.

Em TEUs, a movimentação de contêineres cresceu 7,2% em relação a 2017, totalizando 10,04 milhões de TEUs. Desse total, 4,7 milhões de TEUs foram movimentados no Sudeste. A região Sul movimentou 3,4 milhões de TEUs, enquanto Nordeste e Norte movimentaram, respectivamente, 1,2 milhão de TEUs e 800 mil TEUs, segundo as estatísticas da Antaq.

Ao todo, o setor portuário nacional movimentou 712,8 milhões de toneladas de granel sólido no ano passado, 2,4% a mais que em 2017. Em 2018, portos e terminais operaram 235,1 milhões de toneladas de granel líquido (+1,9%); 112,8 milhões de toneladas de contêineres (+4,8%); e 56,7 milhões de toneladas de carga geral solta (+6,1%). A Antaq destaca um incremento de 33% na movimentação de cargas no país entre 2010 e 2018.

Navegação

A navegação de longo curso transportou 823 milhões de toneladas, um crescimento de 32% entre 2010 e 2018, de acordo com as estatísticas da Antaq. A cabotagem transportou 229 milhões de toneladas, incremento de 26%, no mesmo período. Já a navegação interior transportou 61 milhões de toneladas, crescimento de 105% de 2010 a 2018.

Por Danilo Oliveira/ Portos e Navios