5 lugares no mundo que “vão de bike” (e lucram com isso)

0
387
IMPRIMIR
Aqueles que andam de bicicleta com frequência ficam doentes apenas 7,4 dias por ano, contra os 8,7 dias em que caem enfermos os não adeptos da prática.

Os britânicos resolveram avaliar o impacto das bicicletas sobre sua economiaem um estudo inédito feito ano passado pela London School of Economics (LSE). A constatação: a prática do ciclismo rende em média 2,9 bilhões de libras esterlinas ao país, cerca de 7,9 bilhões de reais.

Em números gerais, os 23 mil empregados do setor rendem ao governo pelo menos 100 milhões de libras na forma de impostos. Enquanto a venda de bikes, acessórios e equipamentos específicos somam 1,62 bilhões de libras.

Veja também: 5 ideias verdes que podem transformar o mundo