Portos RS adere ao Pacto Global da ONU – Rede Brasil

0
59
IMPRIMIR

A Diretoria de Meio Ambiente da Portos RS recebeu, nesta quarta-feira (28), a confirmação de seu ingresso no chamado Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) – Rede Brasil. A iniciativa é considerada a maior de sustentabilidade corporativa do mundo e a participação da Autoridade Portuária demonstra um avanço no ponto de vista da gestão ambiental, fundamental para o alcance das novas culturas socioambientais a partir dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O Pacto Global da ONU no Brasil foi criado em 2003 e hoje é a segunda maior rede local do mundo, com mais de 1.900 participantes. Os mais de 50 projetos conduzidos no país abrangem, principalmente, os temas Água e Saneamento, Alimentos e Agricultura, Energia e Clima, Direitos Humanos e Trabalho, Anticorrupção, Engajamento e Comunicação. A Rede Brasil responde à sede do Pacto Global, em Nova York, e preside o Conselho das Redes Locais na América Latina.

A relação da Portos RS com o Pacto Global teve início em 2022, quando ainda nos primeiros meses de atuação como empresa pública, implementou por meio de dinâmicas com os colaboradores os ODS, durante a edição daquele ano do Junho Verde. Em 2023 houve a consolidação desses Objetivos na Autoridade Portuária e em 2024 serão trabalhadas as metas daqueles que foram considerados comuns por todos os setores.

De 2022 para cá foram sendo cumpridos os requisitos para que a Portos RS aderisse ao Pacto Global e todo esse esforço culminou com o recebimento de uma carta de confirmação e boas vindas assinada pelo CEO Carlo Pereira. No documento, ele fala sobre o papel das organizações na construção de um país mais sustentável, a partir da busca interna por equidade racial e de gênero, salário digno e um ambiente saudável de trabalho.

De acordo com o diretor de meio ambiente da Portos RS, Henrique Ilha, “a entrada no Pacto Global reforça o compromisso da Portos RS no sentido da sustentabilidade e das boas práticas, buscando toda a eficiência com o maior respeito ao meio ambiente. Além disso, permite estruturar com qualidade os avanços da nossa agenda e dos objetivos estratégicos de forma alinhada às melhores práticas realizadas no mundo inteiro”.

Fonte: Portos RS