Transformação inevitável

0
607
IMPRIMIR
        Monitoramento de dados e uso de tecnologia prometem revolucionar manutenção de navios

Com a construção naval praticamente paralisada nos últimos anos, cresceu o número de mão de obra qualificada ociosa nos principais polos da indústria no país. Até mesmo atividades de manutenção e reparo registram queda nesse período, mas ainda há demandas por serviços periódicos e obrigatórios para as embarcações. As demissões nos estaleiros levaram alguns deles a contratarem mão de obra terceirizada de empresas especializadas. Novos conceitos tecnológicos como Internet das Coisas (IoT) e Big Data facilitam o diagnóstico e o monitoramento das manutenções a bordo e prometem transformar o setor naval. Os armadores estão antenados e investindo nesse tipo de soluções. O desafio é aliar qualidade técnica e preços competitivos.

Fonte:Portos e Navios