Logística para GNL

0
370
IMPRIMIR

A Golar Power tem planos de transportar gás natural liquefeito por cabotagem. A ideia é que o GNL seja distribuído por navios em pequena escala para toda a costa brasileira. A empresa (joint venture entre a norueguesa Golar LNG e o fundo de investimento norte-americano Stonepeak) também está concluindo a planta de regaseificação de GNL em Sergipe, prevista para ficar pronta para operação comercial em janeiro de 2020. Com a diversificação da matriz energética e a logística por cabotagem, a Golar projeta que o gás vai estimular o desenvolvimento da indústria naval. A empresa prevê a construção de cinco navios de pequena escala, com capacidade de 7,5 mil metros cúbicos.