Derretimento da Antártica já está 6 vezes mais rápido do que há 40 anos

0
1763
IMPRIMIR
Calcula-se que o derretimento do gelo na Antártida já tenha provocado um aumento de pelo menos 13,8 milímetros no nível do mar ao longo das últimas quatro décadas.

A Antártica está perdendo seis vezes mais massa de gelo anualmente do que há 40 anos. De acordo com estudo realizado por Glaciologistas da Universidade da Califórnia e cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa e da Universidade Utrecht, na Holanda, entre 1979 e 1990, a Antártica perdeu uma média de 40 gigatoneladas de massa de gelo por ano.

De 2009 a 2017, foram cerca de 252 gigatoneladas por ano. Os pesquisadores descobriram que o derretimento acelerado fez com que os níveis de oceano globais subissem quase 1 centímetro e meio. Os dados são resultado da mais longa avaliação da massa de gelo antártica.

Foram quatro décadas. abrangendo 18 regiões 176 bacias e ilhas vizinhas. Para obtenção dos resultados foi feita uma comparação do acúmulo de neve nas bacias interiores com a descarga de gelo pelas geleiras em suas linhas de terra, onde o gelo começa a flutuar no oceano e se soltar da camada. Os dados foram obtidos a partir de fotografias aéreas de alta resolução tiradas a uma distância de cerca de 350 metros através da Operação IceBridge da NASA; interferometria de radar por satélite de múltiplas agências espaciais; e a série de imagens de satélite Landsat, iniciada no início dos anos 70.