Praticagem vai participar de debate sobre navegação em lama fluida no Rio Amazonas

0
772
IMPRIMIR

Quando a lama em suspensão é suficientemente fluida para uma navegação segura? Quais os parâmetros para isso? O assunto é complexo e requer análises técnicas rigorosas de risco para uma possível ampliação de limites operacionais em certas áreas. Por isso, de forma criteriosa e envolvendo todos os atores importantes na discussão, a Diretoria de Portos e Costas (DPC) da Marinha do Brasil continua o debate sobre essa possibilidade na Barra Norte do Rio Amazonas, com a participação da Praticagem.

O “Seminário sobre os Aspectos Gerais da Navegação em Lama Fluida e sua aplicabilidade no Arco Lamoso da Região da Barra Norte do Rio Amazonas” será realizado pela DPC nos dias 23 e 24 de julho, no Sebrae, na cidade de Macapá (AP). O evento vai reunir representantes da Autoridade Marítima, da Comunidade Marítima e da Academia, além de autoridades governamentais e parlamentares.

O Vice-Presidente da Associação Internacional de Práticos Marítimos (IMPA), Prático Ricardo Falcão, atua na região e vai mostrar a visão de segurança da Praticagem sobre a navegação na Barra Norte.

Professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) apresentarão estudos da lama fluida na região. Também estarão presentes pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade de São Paulo (USP).

O Comandante da Marinha do Brasil, Almirante Ilques, fará a abertura do evento, que será encerrado pelo Diretor de Portos e Costas, Almirante Roberto.

Confira a programação em https://www.marinha.mil.br/dpc/sites/www.marinha.mil.br.dpc/files/programacao_seminario_0.pdf