Porto Itapoá quer ampliar protagonismo das pessoas com deficiência no mercado

0
140
IMPRIMIR
Foram realizadas 58 entrevistas de emprego e a contratação de 12 pessoas que ampliaram em 66% o número de colaboradores com deficiência.

A diversidade faz parte da história e das conquistas do Porto Itapoá. “Entendemos que o talento pode estar em todos os lugares e em todas as pessoas e acreditamos que o respeito às diferenças e a valorização da Diversidade contribui de maneira relevante para tornar o mundo um lugar melhor para viver”, afirma Joseani Fontanella, Analista de Recrutamento e Seleção do setor Gestão e Desenvolvimento de Pessoas do Porto Itapoá. Para dar oportunidade de emprego e desenvolvimento de carreira para pessoas com deficiência (PCD’s), o Terminal desenvolveu o Programa Porto para Todos.

Seu lançamento oficial, em agosto de 2019, teve a participação da comunidade em eventos com atividades de integração e levantamento de interessados para trabalhar no Porto Itapoá. Desde então foram realizadas 58 entrevistas de emprego e a contratação de 12 pessoas que ampliaram em 66% o número de colaboradores com deficiência.

Um desses contratados é o Daniel Hernandes Frederico, 27 anos, que tem deficiência física. Ele conta que desde que começou a buscar oportunidades de emprego, seu sonho era trabalhar no Porto de Itapoá. “Eu amo trabalhar aqui”, diz feliz e orgulhoso. Com o sonho concretizado em dezembro de 2019 por meio do Programa Porto para Todos, Daniel busca aprimorar seus conhecimentos, desenvolver as habilidades e crescer na empresa.

Como assistente de Tecnologia da Informação, ele faz atendimento aos chamados de primeiro nível de Sistemas de TI, auxilia na organização e encaminhamento de chamados e outras atividades relacionadas. “A equipe é excelente, todos estão sempre prontos a ajudar e ensinar”, diz. Agora, com a pandemia por Covid-19 ele está trabalhando home office e fala dos desafios e da adaptação: “O desafio é poder atender toda a demanda mesmo à distância. O isolamento neste tempo de pandemia é difícil para mim, pois gosto de estar com pessoas; mas tenho me saído bem, dando o melhor que posso”.

A mensagem do Daniel para uma pessoa com alguma deficiência e que tem medo de se inserir no mercado de trabalho: “Estudem, estudem, estudem; não desistam nunca do seu proposito ou do seu sonho. Corram atrás daquilo que interessa, daquilo que gostam. Escolham uma área de trabalho que vocês amam; só assim se sentirão realizados e terão desenvolvimento pessoal e profissional”.

Assim como o Daniel e tantos outros, o Porto Itapoá quer ampliar ainda mais o protagonismo e a competitividade dos profissionais PCDs nos seus quadros funcionais e no mercado de trabalho em geral. Por isso, todas as vagas abertas no Terminal estão disponíveis também para pessoas com deficiência e são priorizadas para moradores de Itapoá, sendo PCDs ou não.

Para quem tiver interesse em fazer parte da equipe do Porto Itapoá basta acessar o site https://www.portoitapoa.com.br/trabalhe_conosco e preencher o formulário com seus dados. E caso o candidatos tenha algum tipo de necessidade especial para realizar o cadastro, basta ligar no telefone (47) 3443-8735 ou enviar um e-mail para joseani.fontanella@portoitapoa.com