Porto de Santos fará simulação de chegada de navio com tripulantes infectados

0
376
IMPRIMIR
A forma como será feita a remoção dos tripulantes infectados não foi definida. Três possibilidades são avaliadas. A primeira é tentar a retirada com um helicóptero, mas ainda não se sabe se a maca especial cabe na aeronave

O Porto de Santos realizará um simulado da chegada de um navio com tripulantes infectados pelo vírus ebola. A data do exercício será definida nesta sexta-feira (26). Segundo o presidente do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) de Santos, Antonio Maurício Ferreira Netto, falta apenas a definição do escopo da atividade, por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A doença já deixou 2.917 mortos no Oeste da África, em 6.263 casos, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado na última quinta-feira (25). Libéria, Guiné, Serra Leoa, Nigéria e Congo são os países onde foram declaradas epidemias. Estimativas apontam que 20 mil pessoas correm risco de infecção dentro de seis semanas.

Por conta da multiplicação dos casos na África e da constante vinda de cargueiros daquela região ao cais santista, o Grupo Executivo Interministerial (GEI), coordenado pelo Ministério da Saúde, decidiu fazer um simulado no Porto. Exercício semelhante já foi realizado no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.