Plano Nacional Logístico prevê nove cenários com investimentos entre R$ 400 bilhões e R$ 800 bilhões até 2035

0
75
IMPRIMIR
A previsão do PNL é que o setor privado contribua com recursos de pelo menos de R$ 200 bilhões em todos os modais de infraestrutura

O Plano Nacional Logístico (PNL), elaborado pela EPL (Empresa de Planejamento e Logística), prevê nove cenários para a área até 2035, com investimentos estimados entre R$ 400 bilhões, no panorama mais desafiador, e R$ 800 bilhões, no mais otimista. A informação foi dada por Arthur Luis Pinho de Lima, presidente da EPL, durante o evento Paving Hybrid na semana passada.

“O PNL mostra grandes possibilidades de transformação do Brasil, ao englobar todos os modais, apresentando cenários no qual colocamos os empreendimentos que melhor se adequam a cada um deles e seu impacto no desenvolvimento do Brasil ao longo prazo. O nosso objetivo é contribuir para a manutenção e aumento da entrega do governo brasileiro. Por isso, os cenários podem ser revistos continuadamente”, explicou Lima.

A previsão do PNL é que o setor privado contribua com recursos de pelo menos de R$ 200 bilhões em todos os modais de infraestrutura. Na avaliação de Lima, o PNL é importante também para mostrar para onde o Brasil vai crescer, orientando os investidores e as empesas em quais áreas serão mais interessantes para realizar os aportes financeiros.

Ele contou ainda que a EPL iniciou estudos para realização de parcerias público-privadas dos aeroportos da Região Norte, a fim de promover o desenvolvimento local e trazer mais qualidade de vida para a população; e para a concessão do Porto de Itajaí, que poderá ampliar também o crescimento econômico e social em Santa Catarina