No Morro da Cruz, moradores se mobilizam para transformar lixão em praça

0
168
IMPRIMIR
Descarte irregular de dejetos ocorria há mais de 30 anos no local. Pela segurança das crianças, comunidade busca mudanças no cenário

Da preocupação com as crianças que vivem no Beco das Paula, no Morro da Cruz, zona leste de Porto Alegre, uma mobilização nasceu. No meio do beco, entre as ruas Nove de Junho e São Guilherme, existe um ponto que era tomado de lixo. Segundo moradores, o descarte irregular dos resíduos de todos os tipos acontecia há mais de 30 anos.

Em meados de abril, dois moradores do beco, Denis do Nascimento Rodrigues, 24 anos, e Sheron Morais Aguirre, 22 anos, se incomodaram com o perigo que o lixo trazia para seus filhos e outras crianças e perceberam que o cenário poderia ser diferente.

– A última vez que vi limpeza ali, eu ainda era criança. O pessoal começou a tocar lixo e mais lixo. Eu pensei que dava para fazer alguma coisa ali. Agora o DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana) está limpando e já dá para ver o espaço – afirma Denis, que trabalha na equipe de coleta seletiva de Porto Alegre.

Para tentar impactar outros moradores, Denis pendurou algumas placas com avisos para não deixarem lixo no ponto.

– Não tem como as crianças brincarem nas saídas do beco porque tem muito movimento. Também não tem pracinhas aqui perto. Aí, um tempo atrás, vi que tinha algumas que brincavam de se pendurar no cipó de árvore e, ao invés de se jogarem num colchão que tinha, se atiravam na montanha de lixo. Era muito perigoso – conta Sheron, mãe de duas crianças.

Segundo ela, no beco, aproximadamente 30 crianças circulam e procuram por entretenimento, mesmo sem um local apropriado para isso. São cerca de 70 famílias que moram na alameda. Sheron viu a movimentação de Denis e pensou em maneiras de contribuir com a ação:

– Depois dele ter pendurado as plaquinhas, conversei com a Lucia (presidente da ONG Coletivo Autônomo Morro da Cruz) e ela me sugeriu fazer um grupo no WhatsApp, com o pessoal que está se mobilizando na ideia de fazer uma pracinha ali para as crianças.

Com fotos de outro beco que foi revitalizado no Morro da Cruz, Sheron fez um varal para exibir aos vizinhos e incentivar o descarte correto do lixo:

– São fotos do Beco das Pedras, de um tempo atrás. Coloquei em dois pontos do beco para eles verem que não é tarde para realizar o sonho que as crianças têm de um lugar para brincar.

LEIA MAIS

Fonte: GZH