Movimentação de cargas no Porto de Imbituba cresce 18,7%

0
37
IMPRIMIR
Também em fevereiro, foi iniciado no Porto de Imbituba o maior embarque de toras de madeira do Brasil, segundo os dados disponíveis no estatístico da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). Ao todo, 52,9 mil toneladas de eucalipto e pinus foram exportadas para a China no navio GREAT ASPIRATION, que desatracou do Cais 1 no início de março

Seguindo o crescimento operacional dos últimos meses, o Porto de Imbituba movimentou em fevereiro 464,7 mil toneladas, crescimento de 18,7% em relação ao mesmo período de 2021. O resultado mensal também consolidou o melhor fevereiro que se tem registrado na história do Porto. Ao todo, foram recebidos 22 navios, um incremento de 15,8%. No acumulado do ano, o primeiro bimestre fechou com alta de 42,2% no volume movimentado, em relação aos dois primeiros meses de 2021.

As importações lideraram a movimentação mensal, representando 56,2% do fluxo de comércio, seguido das exportações, 35,9%, e da cabotagem, 7,9%. Os granéis sólidos caracterizaram a maioria das cargas transportadas, com 423,5 mil toneladas ao longo do mês, um crescimento de 47,9% em relação a fevereiro de 2021. O coque (calcinado e não calcinado) liderou a lista de produtos movimentados, com 180,4 mil toneladas, seguido do minério de ferro (88,7 mil t), coque calcinado (40,8 mil t), contêineres (37,2 mil t) sal (31,8 mil t) e malte/cevada (31,7 mil t). O Porto também transportou fertilizantes, produtos siderúrgicos, barrilha e farelo de soja.