Geonavegação lança embarcação para apoiar logisticamente as operações de sísmica

0
586
IMPRIMIR

A Geonavegação, empresa do Grupo Georadar, especializado em serviços onshore e offshore de levantamentos geofísicos, lança na próxima segunda-feira, dia 1º de outubro, a embarcação Cidade Nova Lima. Designado para operar em toda plataforma continental brasileira, o Cidade Nova Lima foi projetado com o objetivo de apoiar logisticamente as operações de sísmica, com a realização dos serviços de praticagem, lanchas, fornecimentos de água, rancho e óleo. Foram investidos R$ 2,5 milhões na embarcação, que possui 25 metros de comprimento, 17 acomodações e convés de 100 metros quadrados.

 
“O Cidade Nova Lima foi construído pela Indústria Naval do Ceará, em Fortaleza, e possui autonomia de 7200 milhas náuticas, o que equivale a 35 dias consecutivos no mar”, afirma o diretor responsável pela operação da Geonavegação, Luiz Rala. O nome do navio é uma homenagem do fundador e presidente de Novos Negócios da Georadar Celso Magalhaes à Nova Lima (MG), cidade onde está localizada a sede da Georadar.
 
A embarcação já começa a operar no dia 2 de outubro na prestação de serviços para a GeoRxT, primeira empresa genuinamente brasileira de aquisição sísmica offshore, também pertencente ao Grupo Georadar.
 
Sobre a Geonavegação
 
Criada em 2010, a Geonavegação tem como objetivo atender a demanda de empresas atuantes no segmento de Óleo e Gás, por meio do afretamento de navios de apoio marítimo e gerenciamento de operações de embarcações tanto de apoio marítimo quanto de prospecção e pesquisa. A empresa, pertencente ao Grupo Georadar, recebeu em janeiro deste ano, aporte de R$ 730 milhões do Fundo da Marinha Mercante (FMM) para construção de sete embarcações de apoio marítimo às atividades de petróleo e gás.