Enchentes podem prejudicar até 400 mil brasileiros até 2030, diz ONG

0
444
IMPRIMIR
De acordo com a Cruz Vermelha, enchentes responderam por metade dos desastres naturais que demandaram os serviços assistenciais da ONG passado.

Mudanças climáticas e o crescimento urbano desordenado poderão deixar mais de 400 mil brasileiros expostos a enchentes fluviais até 2030, segundo um estudo divulgado hoje pela ONG World Resources Institute (WRI), especializada em maneja sustentável de recursos naturais. A organização divulgou ainda um ranking em que o Brasil aparece como o 11º entre 84 países mais ameaçados pelo problema.Segundo o WRI, o custo das enchentes no país poderá chegar a US$ 8,5 bilhões nos próximos 15 anos, bem acima do custo anual atual estimado pela organização – US$ 3 bilhões.

No mundo, o WRI calcula que mais de 20 milhões de pessoas já são afetadas e as enchentes custam US$ 96 bilhões por ano. Novas análises revelam que em 2030 os números serão de 54 milhões de pessoas e mais de meio trilhão de dólares. Segundo o estudo, a Índia é o país mais afetado, com mais de 4,8 milhões de pessoas em situação de risco, seguido de Bangladesh, China e Vietnã.