Embarque de soja pelo Corredor Leste de Paranaguá aumenta 232%

0
109
IMPRIMIR
Somando os demais produtos escoados pelo Corex (farelo de soja, trigo e milho), de janeiro a março, já são 3.652.860 toneladas de produtos exportados. Nesse total, o aumento registrado de fevereiro para o último mês de março foi de cerca de 138%.

O volume de soja exportado pelo Corredor de Exportação Leste do Porto de Paranaguá (Corex) aumentou quase 232% de fevereiro para março. Este ano, no primeiro trimestre, pelo complexo que integra os silos públicos e nove terminais privados, foram exportadas 2.166.837 toneladas do granel.

“A tendência é intensificar cada vez mais. Nossa expectativa é que o volume de soja exportado este ano seja tão grande quanto foi no ano passado”, diz o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. “Apesar de estar começando mais tarde, temos certeza de que a eficiência dos operadores e os investimentos permanentes na estrutura pública de escoamento vão compensar ao longo do ano”, afirma.

Segundo ele, este ano, devido ao atraso da colheita da soja por questões climáticas enfrentadas tanto no plantio da oleaginosa, quando houve seca, quanto na hora de colher, que sofreu atrapalho pela chuva, o produto acabou chegando nos portos mais tarde.

Em janeiro, foram exportadas apenas 30 mil toneladas de soja pelo Corredor Leste, este ano. Em fevereiro, saltou para 494.899 toneladas e, no último mês de março chegou a 1.641.938 toneladas.