Draga começa trabalhos de alargamento em praia de Florianópolis

0
526
IMPRIMIR
Draga começou a operar na sexta-feira (4). Mais de 300 mil metros cúbicos de areia serão retirados da jazida | Foto PMF/Divulgação

A draga contratada pela empresa DTA Engenharia Ltda para a retirar do fundo do mar de Canasvieiras a areia que será utilizada para o engordamento da praia iniciou nesta sexta-feira (4) a nova fase da obra que mudará o visual de um dos balneários mais procurados por turistas em Florianópolis. O equipamento tecnicamente definido como auto-transportadora de arrasto (tipo Hopper) chegou em Florianópolis na noite de quarta-feira (2) e passou por ajustes. De acordo com a secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de Florianópolis, a draga é resistente a intempéries.

Tubulação flutuante

Após a extração do material, a draga é deslocada até 200 metros da orla – essa distância evita que ela atole na areia – para ser acoplada a uma tubulação que, ao todo, possui um quilômetro de extensão. Mas só essa parte da tubulação flutuante estará posicionada perpendicularmente à praia: os outros 800 metros ficarão em terra e paralelos à faixa de areia. Após o acoplamento, a draga bombeia a areia de modo que ela seja transportada pela tubulação até o balneário para, na sequência, ser espalhada com trator. Sendo que a tubulação será deslocada à medida que as obras avançarem e até a sua conclusão.

Previsão é de que o trabalho seja concluído no dia 20 de dezembro, de acordo com a Prefeitura de Florianópolis / Foto: Arte/Diário Catarinense)

Desde agosto, quando os trabalhos iniciaram, foram montados dois canteiros de obras, ao longo da área a ser beneficiada, e conectadas e deslocadas as tubulações que vão transportar um volume total de 344.685,97 m³ de areia fina de cor e espessura semelhantes à existente na orla. O material é proveniente de jazida submarina localizada a uma distância de 1,4 km da orla.

 

De acordo com a prefeitura, até o final de outubro outra draga vai intensificar os serviços, para garantir o prazo de entrega das obras, entre 20 e 22 de dezembro, ou seja, ainda antes do Natal e da chegada do grande fluxo de turistas da temporada 2019-2020.

O engordamento da faixa de areia de Canasvieiras ocorrerá no trecho que vai de Canajurê até o Rio do Brás, contemplando 2.325 metros. Assim, a orla passará a ter, inicialmente, em torno de 40 a 50 metros de largura, e de 30 a 35 metros, quando estabilizada. A obra tem investimento de R$ 10.517.610,60.

Fonte: OCP