De olho na safra de fertilizantes, fábrica de R$ 50 milhões pede licença para operar no RS

0
123
IMPRIMIR
A nova fábrica fica a cinco quilômetros da operação principal da empresa e vai aumentar em 60% a capacidade de armazenagem e em 30% a de expedição / Divulgação

Empresa que atua desde 2004 na área portuária de Rio Grande, no sul do Estado, a Rio Grande Fertilizantes pediu licença de operação para uma nova fábrica que está construindo na cidade. A expectativa do diretor executivo Marcelo Rech é de que a unidade possa funcionar já em setembro, quando ocorre o gargalo da expedição de fertilizantes. Há filas de navios atracados para descarregar os insumos.

– Estamos com a planta 80% concluída e precisamos iniciar as atividades. A safra de fertilizantes se aproxima e é necessário receber a matéria-prima que será industrializada em setembro e outubro – explica.

A nova fábrica fica a cinco quilômetros da operação principal da empresa e vai aumentar em 60% a capacidade de armazenagem e em 30% a de expedição. A construção começou em setembro de 2020, com um investimento superior a R$ 50 milhões e 150 novos empregos.

– Estamos fazendo a primeira etapa, que inclui um pavilhão de armazenagem e uma planta industrial. Como tem basante área, esperamos, em um curto período, ter um espaço com várias plantas e muito mais empregos – diz Rech.

A Rio Grande Fertilizantes trabalha com serviços de industrialização, armazenagem e ensaque de fertilizantes. Já a Guamirim Ambiental foi a empresa responsável pelo licenciamento e supervisão ambiental da obra. A Fepam fiscalizou e tem demonstrado agilidade nos processos, dizem as empresas.

– Estamos executando o cortinamento vegetal que é importante para formar barreira natural contra poeiras e ruídos e concluindo a rede de poços de monitoramento do lençol freático. A Rio Grande Fertilizantes preza pelas melhores práticas ambientais. Os funcionários recebem orientação constante sobre meio ambiente – detalha Nádia Caldeira, sócia da Guamirim.

Veja outros projetos nos quais a empresa atuou recentemente: Quatro novos empreendimentos no RS somam quase R$ 150 milhões

Fonte: Coluna Giane Guerra (giane.guerra@rdgaucha.com.br)
Colaborou Daniel Giussani (daniel.giussani@zerohora.com.br)