Conselho da Petrobras avaliará indicação de Pedro Parente no dia 23

0
593
IMPRIMIR
Presidente em exercício Michel Temer (esq.) se reúnem com indicado para presidir Petrobras, Pedro Parente (Foto: Beto Barata/PR)
Presidente em exercício Michel Temer (esq.) se reúnem com indicado para presidir Petrobras, Pedro Parente (Foto: Beto Barata/PR)

A assessoria de imprensa da Presidência da República anunciou na noite da véspera que o ex-ministro Pedro Parente seria o novo presidente da Petrobras. O anúncio ocorreu após ida de Parente ao Palácio do Planalto para conversa com o presidente em exercício Michel Temer.

De acordo com o colunista Gerson Camarotti, o convite para que Parente passe a comandar a Petrobras faz parte da estratégia de Temer de colocar no segundo escalão os chamados “notáveis”, com perfil mais técnico. A escolha de Parente tem como objetivo blindar a Petrobras, alvo do maior escândalo de corrupção no governo Dilma. O loteamento político da estatal por PT, PMDB e PP é o foco da investigação da Operação Lava Jato.

Chefe da Casa Civil no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Pedro Parente ocupa atualmente a presidência do Conselho de Administração da BM&F Bovespa, mandato para o qual foi eleito em março do ano passado.