Cabotagem mobilizada contra a Covid-19

0
216
IMPRIMIR
As operações multimodais compreendem o transporte multimodal de um contêiner (de 20 ou 40 pés) porta-a-porta em rotas regularmente atendidas pelas empresas

Empresas de transporte de contêineres por cabotagem se mobilizaram para oferecer a  uma alternativa de transporte gratuito a mercadorias de primeira necessidade caracterizadas como assistência social e humanitária à população mais necessitada. A Associação Brasileira de Armadores de Cabotagem (Abac), que está capitaneando a iniciativa durante a crise provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), informa que o governo federal quem definirá quais são essas necessidades.

De acordo com a Abac, serão oferecidas até 15 operações multimodais por semana. Essas operações estarão disponíveis até o próximo dia 20 de abril, podendo este prazo ser antecipado ou estendido a critério das empresas associadas participantes. As demandas serão encaminhadas à associação, sob a coordenação do diretor-executivo da Abac, Luis Fernando Resano, que acionará as empresas brasileiras de navegação (EBNs) conforme procedimento interno a ser aprovado pelas empresas associadas participantes do projeto.

As operações multimodais compreendem o transporte multimodal de um contêiner (de 20 ou 40 pés) porta-a-porta em rotas regularmente atendidas pelas empresas associadas participantes, limitado a um raio de 150 quilômetros dos portos atendidos, segundo critérios e procedimentos operacionais, fiscais/tributários, de programação e de segurança das empresas participantes. “Atenção especial deve ser dada a operações envolvendo empresas que não utilizam regularmente os serviços da cabotagem, sendo necessário uma avaliação prévia e detalhamento do modelo operacional caso a caso”, ressalta a Abac.