Agência climática europeia alerta que 2024 teve início mais quente da História

0
26
IMPRIMIR
Por trás de tanto calor está uma combinação de El Niño com mudanças climáticas, disseram os cientistas do Copernicus.

O planeta continua a bater recordes de aquecimento. O mês passado foi o janeiro mais quente já registrado na Terra, informou ontem o Serviço de Mudanças ClimáticasCopernicus (C3S), a agência europeia do clima. Janeiro também foi o oitavo mês seguido de recorde de calor para cada mês específico do ano — desde junho de 2023, que foi o mês de junho mais quente já registrado. E, pela primeira vez, o mundo teve um período de 12 meses (fevereiro de 2023 a janeiro de 2024) com a temperatura média mais que 1,5° Celsius acima da do período pré-industrial, usado como marco do início do aquecimento global.

Tanto o Copernicus quanto a Organização Mundial de Meteorologia haviam alertado que 2024 deveria seguir a tendência de aquecimento e até superar 2023, o ano mais quente já registrado. Por trás de tanto calor está uma combinação de El Niño com mudanças climáticas, disseram os cientistas do Copernicus.

A vice-diretora da agência, Samantha Burguess, declarou em nota que “2024 começa não apenas com outro recorde mensal, mas com a superação do limite de 1,5°C em relação ao período pré-industrial. A rápida redução das emissões dos gases-estufa é a única forma de evitar que as temperaturas continuem a subir”.

https://oglobo.globo.com/mundo/noticia/2024/02/08/agencia-climatica-europeia-alerta-que-2024-teve-inicio-mais-quente-da-historia.ghtml?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=newsdiaria