Aeromovel: tecnologia brasileira de “automated people mover”

0
254
IMPRIMIR
O modo de deslocamento das pessoas e das cargas nas grandes cidades está mudando completamente e evoluindo em função do surgimento de novas tecnologias e das novas tendências da sociedade

Por Marcus Coester* e Peter Alouche**

O modo de deslocamento das pessoas e das cargas nas grandes cidades está mudando completamente e evoluindo em função do surgimento de novas tecnologias e das novas tendências da sociedade. A escolha do transporte através de aplicativos no celular, o compartilhamento dos carros, o surgimento de carros e ônibus elétricos autônomos em faixas exclusivas, o aluguel de bicicletas e patinetes elétricos, mostram o surgimento nas cidades de um ecossistema de mobilidade revolucionário que permite viagens mais rápidas, mais baratas, mais limpas, mais seguras, mais eficientes e mais personalizadas.

Assim, tais tendências tecnológicas e sociais têm levado os urbanistas e planejadores a procurarem, cada vez mais, modos de transporte elétricos, automáticos sem condutores. Para o transporte de massa, surgem os metrôs que circulam em UTO (Unattended Operation) e para o transporte de média capaciadade surge o veículo automático em elevado, chamado APM (Automated People Mover) que se espalha em muitas cidades ao redor do mundo e principalmente nas ligações aos aeroportos. Nesse contexto, o Brasil apresenta um sistema, já em operação de sucesso, no aeroporto de Porto Alegre e na cidade de Jacarta, Indonésia, um APM de tecnologia brasileira, o “aeromovel”.

 

LEIA MAIS SOBRE O AEROMOVEL