Mercado mundial sofre com excesso de petróleo armazenado

0
502
IMPRIMIR
151117-aframax
Segundo a revista no Golfo do México mais de 50 navios mercantes estavam ancorados fora do porto próximo a Houston na semana passada, dos quais 41 eram petroleiros.

Reportagem na revista América Economia informa que a capacidade de armazenamento de óleo no mundo está se esgotando, causando sérios transtornos na logística e influenciando no preço do petróleo. A publicação revela dados da Agência Internacional de Energia, segundo a qual a capacidade de armazenamento de óleo em terra está prestes a se esgotar em todo o mundo, com excesso de oferta. Dezenas de milhões de barris de petróleo dentro de petroleiros aguardam a uma solução logística, com ameaça de paralisia.

Segundo a agência, há três bilhões de barris armazenados. Traders dizem que nos principais portos no mundo a fila de cargueiros aguardam por dias, semanas e até meses.

A falta de espaço para descarregar tem imobilizado os petroleiros, operação necessária para que os poços de petróleo continuem a produzir. O gargalo poderia forçar os fornecedores a promover vendas rápidas a preços menores, para liberar espaço, adicionando mais pressão sobre os preços do petróleo.

O custo de afretamento de um superpetroleiro, com capacidade de dois milhões de barris chegou a seu nível mais alto desde 2008, passando de US$ 100 mil por dia em outubro. Atualmente, excede US$ 70 mil por dia.